Estreia da semana: "Ghost rider", "Vergonha" e "Contrabando"

Ghost Rider: Espírito de Vingança
Título original: Ghost Rider: Spirit of Vengeance
De: Mark Neveldine, Brian Taylor
Com: Nicolas Cage, Idris Elba, Ciarán Hinds
Género: Acção, Fantasia
Classificação: M/12
Outros dados: EUA, 2011, Cores, 95 min.

No passado, Johnny Blaze (Nicolas Cage), aficionado por motas e capaz das mais audazes acrobacias, vendeu a alma ao diabo para salvar aqueles que amava. Quando, inevitavelmente, Satanás vem cobrar a sua dívida, Johnny, condenado a andar sem destino pela noite, transforma-se em Ghost Rider. Agora, escondido numa zona remota da Europa Oriental, é contactado por uma seita religiosa para resgatar a alma possuída de uma criança prestes a tornar-se no Anticristo. Apesar das reticências em voltar a encarnar o sombrio motoqueiro, Johnny percebe que o seu regresso se transformou na derradeira esperança daquela criança inocente e também de toda a Humanidade. Realizado por Mark Neveldine e Brian Taylor, é baseado na famosa personagem da Marvel, criada em 1972 pelo desenhista Mike Ploog e pelos autores de BD Roy Thomas e Gary Friedrich.

   
Vergonha
 Título original: Shame
De: Steve McQueen
Com: Michael Fassbender, Carey Mulligan, James Badge Dale
Género: Drama
Classificação: M/18
Outros dados: GB, 2012, Cores, 101 min.

Aos trinta e poucos anos, Brandon (Michael Fassbender) é um bem-sucedido irlandês com um cargo de topo numa grande empresa de Nova Iorque. A viver sozinho num pequeno apartamento, tem a vida controlada ao milímetro. Porém, por trás de uma máscara de autocontenção, está um homem a viver no limite. Numa luta constante entre um medo incontrolável de intimidade e uma ânsia de sexo, ele vive de encontros ocasionais com estranhos. Até Sissy (Carey Mulligan), a sua irmã mais nova, aparecer sem pré-aviso e instalar-se no seu apartamento. Brandon perde então todo o controlo sobre a sua vida e a sua sexualidade. Quatro anos depois do êxito do filme "Fome" (também com Fassbender como protagonista), Steve McQueen regressa ao tema da liberdade, desta vez focando o vício enquanto prisão da própria mente. Nomeado para Leão de Ouro na edição de 2011 do Festival de Veneza, arrebatou o prémio FIPRESCI - Prémio da Crítica Internacional.

  Contrabando 
 Título original: Contraband 
De: Baltasar Kormákur 
Com: Mark Wahlberg, Kate Beckinsale, Ben Foster, Caleb Landry Jones 
Género: Acção 
Classificação: M/12 
Outros dados: GB/EUA/FRA, 2011, Cores, 109 min. 

Chris Farraday (Mark Wahlberg) é um homem que toda a sua vida sobreviveu à custa de esquemas e negócios escuros. Considerado nos meandros do crime como um dos melhores, abandona tudo para se dedicar de corpo e alma à sua mulher (Kate Beckinsale) e ao filho pequeno. Até descobrir que Andy, o cunhado, se meteu em sérios problemas com o bando de Tim Briggs (Giovanni Ribisi), ex-patrão de Chris e um dos mais implacáveis mafiosos da zona. De maneira a emendar o erro de Andy e salvar a sua vida, Chris vê-se coagido a aceitar um novo trabalho de contrabando no Panamá. Assim, com a ajuda de Sebastian (Ben Foster), um dos seus mais fiéis amigos, junta alguns contactos do passado e forma uma equipa de especialistas. Porém, as coisas não correm como previsto e, numa corrida contra o tempo, eles vão ter de dar a volta à situação enquanto tentam escapar à polícia corrupta e aos mais perigosos criminosos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas