Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

Livro da semana: "D. Sebastião e o vidente"

Imagem
D. Sebastião e o Vidente de Deana Barroqueiro Edição ou reimpressão: 03-2016 Editor: Casa das Letras Páginas: 692
SINOPSE D. Sebastião e o Vidente narra a história do décimo sexto rei de Portugal, o Desejado, desde o seu nascimento, em 1554, até ao seu fulgurante ocaso, nas planícies de Alcácer Quibir, em 1578. Encarnando as esperanças da nação, D. Sebastião é, todavia, um órfão privado de afectos, criado e educado por velhos, como a avó, a rainha D. Catarina, e o tio, o cardeal D. Henrique. Aclamado rei aos três anos, vai crescer, caprichoso e atormentado pelos seus traumas e complexos de adolescente, sublimados nos sonhos de glória de mancebo visionário. Senhor de um poder absoluto (alimentado pela corrupção dos cortesãos e dos políticos), assume-se como o Capitão de Deus, numa cruzada contra os mouros, que vai conduzir Portugal ao desastre, profetizado pelas visões de Miguel Leitão de Andrada, um fidalgo de Pedrógão Grande, com fumos de vidente, cuja vida se entrelaça com a do rei, num …

Livro da semana: "Trilhos de uma vida"

Imagem
Trilhos de uma Vida de Rui Marcelino Edição ou reimpressão: 07-2014 Editor: Chiado Editora Páginas: 342
SINOPSE Envolto em chamas, logo após o acidente, não tivera tempo para ver nada, senão o rio, que se apresentara ali mesmo, à sua frente, oferecendo-se para o salvar. Ter-se-iam também salvo, os outros? Lembrou, depois, com nostalgia, o tesouro que perdera, talvez para sempre… A verdadeira conquista está no cérebro e não no olhar, que é um mero instrumento para angariação de tonalidades e encantamentos que a mente processa a seu bel-prazer. Conseguiu, a partir de então, exultar com o tesouro que possuía, apesar de não poder, dele, usufruir

Livro da semana: "Príncipe do Equador"

Imagem
Príncipe do Equador de Nuno Madeira Rodrigues Edição ou reimpressão: 06-2016 Editor: Edições Colibri Páginas: 268
SINOPSE Acredito que não haverá uma única família portuguesa sem relação, directa ou indirecta, com Angola, Moçambique, S. Tomé e Príncipe, Guiné ou Cabo Verde. À vez, todos estes territórios foram parte de um império que criou laços emocionais, políticos e culturais. Independentemente das contingências históricas que os unem e desunem, portugueses e africanos estarão para sempre ligados. Pela história, pelo presente e pelo futuro. Quem conhece todas estas latitudes sabe que não são os governos que fazem os afectos entre os povos, mas sim as pessoas que vivem o seu dia-a-dia com referências quase impossíveis de apagar. (…) Esta capacidade de retratar aspectos da realidade africana, é tanto mais surpreendente quando surge de um homem reservado, contido, europeu, discreto, analítico, moldado no rigor das leis e pragmatismo dos resultados. Em tudo diferente do estereótipo tropic…

Livro da semana: "O terramoto de Lisboa e a invenção do mundo"

Imagem
O Terramoto de Lisboa e a Invenção do Mundo de Luís Rosa Edição ou reimpressão: 04-2004 Editor: Editorial Presença Páginas: 274
SINOPSE O público português teve o seu primeiro contacto com a prosa de Luís Rosa através de uma obra de fôlego - "O Claustro do Silêncio". Neste seu segundo livro, voltamos a deleitar-nos com a intensidade narrativa, e a expressão a um tempo impetuosa e lírica da sua escrita, com uma arquitectura do romance sólida, que se constrói de engenho, conhecimento e sonho. E são justamente o engenho e o sonho os alicerces de uma época histórica onde desaguam duas correntes conflitantes – os mitos remanescentes de um passado que estiola e a razão esclarecida, iluminada, de um tempo que se quer novo, futuro. Nas margens revoltas desse tempo vive um homem que inventa, entre a liberdade onírica e a matemática da concretização, um novo mundo, uma nova Lisboa nascida dos escombros da catástrofe insana, e da criatividade lúcida, apaixonada e oportuna da sua mente gen…