“A Invenção de Hugo” lidera nomeações aos Óscares, seguido de “O Artista”


O filme "A Invenção de Hugo", de Martin Scorsese, lidera a corrida aos Óscares com 11 nomeações, seguido de perto pelo filme francês "O Artista", com 10. Os nomeados foram anunciados esta terça-feira pelo presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Tom Sherak, e pela actriz Jennifer Lawrence.


Melhor Filme
“O Artista”
“Os Descendentes”
“Extremely Loud & Incredibly Close”
“As Serviçais”
“A Invenção de Hugo”
“Meia-noite em Paris”
“Moneyball – Jogada de Risco”
“A Árvore da Vida”
“Cavalo de Guerra”


Melhor Realizador
Michel Hazanivicus, por “O Artista”
Alexander Payne, por “Os Descendentes”
Martin Scorsese, por “A Invenção de Hugo”
Woody Allen, por “Meia-noite em Paris”
Terrence Malick, por “A Árvore da Vida”


Melhor Actriz
Glenn Close, por “Albert Nobbs”
Rooney Mara, por “Os Homens que Odeiam as Mulheres”
Viola Davis, por “As Serviçais”
Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”
Michelle Williams, por “A Minha Semana com Marilyn”


Melhor Actor
Demian Bichir, por “A Better Life”
George Clooney, por “Os Descendentes”
Jean Dujardin, por “O Artista”
Gary Oldman, por “A Toupeira”
Brad Pitt, por “Moneyball – Jogada de Risco”
Melhor Actriz Secundária
Bérénice Bejo, por “O Artista”
Jessica Chastain, por “As Serviçais”
Melissa McCarthy, por “A Melhor Despedida de Solteira”
Janet McTeer, por “Albert Nobbs”
Octavia Spencer, por “As Serviçais”


Melhor Actor Secundário
 Kenneth Branagh, por “A Minha Semana com Marilyn”
Jonah Hill, por “Moneyball – Jogada de Risco”
Nick Nolte, por “Combate entre Irmãos”
Christopher Plummer, por “Assim é o Amor”
Max von Sydow, por “Extremely Loud & Incredibly Close”


Melhor Argumento Original
“O Artista”
“A Melhor Despedida de Solteira”
“Meia-noite em Paris”
“O Dia Antes do Fim”
“Uma Separação”


Melhor Argumento Adaptado
“Os Descendentes”
“A Invenção de Hugo”
“Nos Idos de Março”
“Os Homens que Odeiam as Mulheres”
“A Toupeira”


Melhor Filme Estrangeiro
“Bullhead”, de Michael R. Roskam (Bélgica)
“Footnote”, de Joseph Cedar (Israel)
“In Darkness”, de Agnieszka Holland (Polónia)
“Monsier Lazhar”, de Philippe Falardeau (Canadá)
“Uma Separação”, de Asghar Farhadi (Irão)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "1089"

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "Desfocado"