Os Íntimos, de Inês Pedrosa, vence Prémio Máxima de Literatura



A escritora Inês Pedrosa, directora da Casa Fernando Pessoa, foi a grande vencedora do Prémio Máxima de Literatura, no valor de quatro mil euros, com Os Íntimos, editado pela Dom Quixote. A autora já ganhou este prémio em 1998, com Nas Tuas Mãos.

O prémio foi atribuída por unanimidade por um júri composto por Maria Helena Mira Mateus, Valter Hugo Mãe, Leonor Xavier e Laura Torres.


Depois do best seller Fazes-me Falta (mais de 100 mil exemplares vendidos) e de ter sido finalista do Prémio PT de Literatura com A Eternidade e o Desejo, Inês Pedrosa regressou ao romance em Abril de 2010 com Os Íntimos, uma visita ímpar ao universo dos homens. Ao longo de uma noite, no seu cíclico encontro mensal, enquanto vêem um jogo de futebol, amigos cruzam memórias com revelações, retratando as vivências e opções de uma geração. 

Inês Pedrosa nasceu em 1962. Trabalhou na imprensa, na rádio e na televisão. É, desde Fevereiro de 2008, directora da Casa Fernando Pessoa e assina uma coluna no semanário Sol. Os seus livros têm sido publicados em Espanha, em Itália, no Brasil e na Alemanha.
Fonte: www.dquixote.pt/noticias

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "1089"

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "Desfocado"