Laginha e Maria João nomeados para prémio francês


"Follow the Songlines", gravado na Casa da Música por Mário Laginha e Maria João com os belgas David Linx e Diedrik Wissels, é um dos três nomeados na categoria "artista ou formação vocal" dos prémios franceses Victoire du Jazz.

O disco, que contou também com a participação da Orquestra Nacional do Porto, foi gravado em Portugal em 2008 e editado em Outubro de 2010, em França, o que lhe permite integrar a seleção destes prémios, os "grammy" franceses.

"É estranho, mas é um estranho muito bom", sintetiza para Lusa Mário Laginha, quando interrogado sobre esta segunda vida de um disco que não teve um grande destaque em Portugal. "Sabia que tinha tido boas críticas em França quando saiu, mas isto foi um pouco inesperado", acrescenta.

O pianista e compositor acha, no entanto, que as hipóteses de vencer o prémio no final de setembro não são muitas.

"Não é que eu seja pessimista, mas pelas características do trabalho, um pouco complexo, acho que será difícil vencer", afirma, salientando que " a nomeação já é algo importante, pois mostra que repararam no trabalho".

As "songlines" são canções transmitidas oralmente de geração em geração que servem para os aborígenes australianos se guiarem por caminhos ou para encontrar nascentes de água. Funcionam como mapas chegando a cobrir toda a Austrália. Ler no
DN Artes

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas