Biblioteca Nacional adquiriu espólio do escritor Urbano Tavares Rodrigues

A Biblioteca Nacional (BN) adquiriu o espólio do escritor Urbano Tavares Rodrigues, que testemunha perto de seis décadas de criação nas áreas de conto, romance, ensaio, crítica, ficção, crónica e poesia, disse hoje fonte da instituição.
A aquisição do espólio de Urbano Tavares Rodrigues, 86 anos, insere-se no programa que a BN tem vindo a desenvolver no sentido de conseguir adquirir espólios de escritores vivos, como fez com Almeida Faria e Eugénio Lisboa, disse à agência o director da biblioteca. Jorge Couto sublinhou que o programa - conhecido na biblioteca como o Clube do espólio dos Escritores Vivos por analogia ao título do filme o Clube dos Poetas Mortos - não é fácil, uma vez que é difícil os escritores separarem-se dos manuscritos que deram origem às suas obras e de um conjunto de obras, incluindo correspondência, que testemunham a sua vida. Do espólio de Urbano Tavares Rodrigues, Jorge Couto destacou peças que eram do pai do escritor - o jornalista Urbano Rodrigues -, sublinhando que o facto da BN adquirir estes documentos preserva-os de eventuais dispersões no futuro. Ler no Público

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas