Entrevista a Urbano Tavares Rodrigues



Aos 86 anos, Urbano Tavares Rodrigues, autor de uma obra vasta nos domínios da ficção, do ensaísmo e da crónica, acaba de lançar "Assim se esvai a vida", em que assume uma vertente bastante autobiográfica.
Em algumas das páginas, admite ter derramado algo de profundamente pessoal como forma de testemunho para o seu filho mais novo. É dele que fala constantemente. É por ele que se preocupa com a passagem do tempo. "Tenho um filho de quatro anos que vou deixar muito cedo", diz, desassombrado, enquanto mostra o mais recente desenho que a criança lhe deixou sobre a mesa de trabalho, e aponta para a bicicleta em que António, a sua "obra prima", gosta de percorrer o imenso corredor da casa. Ler no Jornal de Notícias

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas