Nuno Ramos vence Prémio Portugal Telecom de Literatura

O escritor brasileiro Nuno Ramos venceu a sétima edição do Prémio Portugal Telecom Literatura com a obra 'Ó', numa cerimónia realizada ontem à noite na Casa Fasano, em São Paulo.

Nuno Ramos nasceu em 1960 em São Paulo e o seu percurso é todo ligado às artes. Da escultura, ao desenho, passando pela cenografia e pelo ensaio, o escritor foi ainda editor de revistas. Em 1992, apresenta a sua primeira exposição '111' dedicada ao massacre de presos na Casa de Detenção de São Paulo (mais conhecida como Carandiru).

Em 1993 publica o primeiro livro, 'Cujo', e em 1995 'Balada'. Em 2000, vence o concurso para a construção de um monumento em memória dos desaparecidos durante a ditadura militar chilena. Dois anos depois volta aos livros com 'O Pão do Corvo'.

A quarta incursão pelo mundo da escrita, com um misto de 'conto, poesia e reflexão', valeu o Prémio a Nuno Ramos, que arrecadou um prémio de 100 mil euros (39 mil euros). João Gilberto Noll, com 'Acenos e Afagos' ficou em segundo lugar, recebendo 30 mil reais (11.700 euros) e Lourenço Mutarelli, com 'A Arte de Produzir o Efeito Sem Causa', fechou o pódio, levando para casa 15 mil reais (5800 euros).

Presente na cerimónia, o presidente-executivo da Portugal Telecom, Zeinal Bava, sublinhou que o galardão "conquistou, com mérito próprio, o lugar de destaque na cultura portuguesa". "A herança cultural mais preciosa é o próprio acto de ler. Vivemos tempos extraordinários e não podemos intimidar-nos com as mudanças", concluiu.[correiodamanha.pt]

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas