Prémio Dom Quixote de La Mancha 2009 para Mario Vargas Llosa e Gloria Arroyo


O escritor peruano Mario Vargas Llosa e a presidente filipina, Gloria Arroyo, foram ontem distinguidos com o Prémio Internacional Dom Quixote de La Mancha 2009, atribuído pelo Governo da região espanhola de Castela-La Mancha.
Os prémios, no valor de 25.000 euros cada, foram atribuídos por unanimidade nas duas categorias: o mais destacado percurso individual, para Vargas Llosa, e o melhor trabalho institucional, para Gloria Arroyo.
Na presidente das Filipinas, o júri reconheceu a iniciativa educativa do seu país em introduzir a língua espanhola nos planos de estudo nacionais, o que alarga a área de colaboração política, institucional e económica que se realiza em língua espanhola.
Em Vargas Llosa, valorizou-se o facto de ter enriquecido com a sua mestria o território criativo da língua espanhola, fazendo da sua obra literária uma das mais sólidas e prestigiadas referências da cultura.
Na primeira edição dos galardões, no ano passado, os premiados foram o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e o escritor mexicano Carlos Fuentes e a cerimónia de entrega foi presidida pelo rei de Espanha.
Este ano, a entrega dos prémios decorrerá na cidade de Toledo em data ainda por definir, próxima de 12 de Outubro.
Integraram o júri, presidido pelo presidente regional de Castela-La Mancha, José María Barreda, o director da Real Academia Espanhola da Língua, Victor García de la Concha, o conselheiro delegado do grupo de comunicação Prisa, Juan Luis Cébrian, e o presidente do grupo editorial Santillana, Emiliano Martínez.
Também a escritora brasileira Nélida Piñon, o presidente da Real Fundación Toledo, Gregorio Marañón, a conselheira de Cultura de Castela-La Mancha, Soledad Herrero, e o director da Fundação Santillana, Basílio Baltasar, fizeram parte do júri da segunda edição do prémio
. [diariodigital.pt]

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas