Nascimentos: Eugénio de Andrade 1923-2005

Eugénio de Andrade (Fundão, 19 de Janeiro de 1923 — Porto, 13 de Junho de 2005).


Galardoado, em 2001, com o Prémio Camões, o mais importante prémio para autores de língua portuguesa, Eugénio de Andrade foi o pseudónimo de José Fontinhas Rato. Fixou-se em Lisboa aos dez anos, com a mãe, que entretanto se separara do pai.

Apesar do seu enorme prestígio nacional e internacional, Eugénio de Andrade sempre viveu distanciado da chamada vida social, literária ou mundana, tendo o próprio justificado as suas raras aparições públicas com «essa debilidade do coração que é a amizade».
Recebeu um sem número de distinções, entre as quais o Prémio da Associação Internacional de Críticos Literários (1986), Prémio D. Dinis da Fundação Casa de Mateus(1988), Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores (1989) e Prémio Camões (2001).
Em Setembro de 2003 a sua obra Os sulcos da sede foi distinguida com o prémio de poesia do Pen Clube Português.
Faleceu a 13 de Junho de 2005, no Porto, após uma doença neurológica prolongada.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "1089"

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "Desfocado"