Compreender a CDU

A Biblioteca Municipal de Celorico de Basto Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa (BMCBMRS) funciona em regime de livre acesso às estantes e o seu fundo documental está organizado tematicamente, de acordo com a Classificação Decimal Universal (CDU). Essa arrumação é possível pois todas as publicações que dão entrada nos Serviços de Tratamento Técnico são previamente analisadas, do ponto de vista do seu conteúdo intelectual, por técnicos profissionais de biblioteca e documentação, a fim de se determinar o(s) assunto(s) sobre que versam.



O que é a CDU - Classificação Decimal Universal?

A Classificação Decimal Universal é um esquema de classificação uniformizado e normalizado, amplamente usado nacional e internacionalmente, que visa cobrir e organizar a totalidade do conhecimento humano. É uma classificação decimal dado que a totalidade dos conhecimentos é dividida em 10 classes, que se subdividem de novo decimalmente, do geral para o específico. Cada conceito é traduzido por uma notação numérica ou alfanumérica (Ex. Ao conceito geral Psicologia corresponde a notação numérica 159.9).
Uma das principais vantagens desta classificação reside na sua dimensão internacional, dada a sua independência face a todas as expressões idiomáticas, o que facilita enormemente a pesquisa e a troca de informação ao nível internacional. No seguimento do exemplo anterior, tal significa que a notação 159.9 e o conceito que lhe está associado, é igual em todas as bibliotecas do mundo que adoptem este sistema de classificação. Em Portugal, o uso deste sistema de classificação é generalizado, tanto nas Bibliotecas Públicas, como nas Bibliotecas Universitárias e Escolares.


Estrutura da CDU

A CDU é composta por:

a) Uma tabela principal de matérias, que enumera hierarquicamente o conhecimento, nas referidas 10 classes. As divisões principais são:

0 Generalidades

1 Filosofia. Psicologia

2 Religião. Teologia

3 Ciências Sociais

4 Classe actualmente não usada

5 Ciências Exactas. Ciências naturais

6 Ciências Aplicadas. Medicina. Tecnologia

7 Arte. Arquitectura. Recreação e Desporto

8 Linguística. Língua. Literatura

9 Geografia. Biografia. História

Cada classe principal subdivide-se decimalmente em subclasses que por sua vez também se subdividem em áreas cada vez mais especializadas.
EX:
1 Filosofia
101 natureza e âmbito da Filosofia
11 Metafísica
113/119 Cosmologia.Filosofia da Natureza
13 Filosofia da Mente
14 Sistema e Pontos de vista
159.9 Psicologia
159.92 Psicologia Comparativa
159.93 Sensação. Percepção Senasorial
159.963 Sono. Sonhos
16 Lógica
17 Moral. Ética
178 Ética e Temperança
179 Outras Questões Éticas
b) As tabelas auxiliares , que representam não assuntos, mas formas de os especificar (por lugar, tempo, forma, língua, etc.), flexibilizando muito mais a representação dos conceitos.

c) Um índice, lista alfabética de conceitos. A cada conceito corresponde uma notação que serve de guia na consulta da tabela principal, para mais fácil e rapidamente se localizar a notação adequada ao assunto que se pretende pesquisar.
Encontrar os livros na estante através da CDU

A BMCBMRS usa a CDU para arrumar as obras na estante. Assim, o sistema de cotas adoptado pelos BMCBMRS baseia-se nesse sistema de classificação. As obras são classificadas e depois arrumadas na estante de acordo com a notação principal que lhe for atribuída. A determinação da notação principal procura sempre basear-se no assunto central da obra.
A cota é composta pela notação CDU e pelas quatro letras do apelido e a primeira letra do nome próprio do Autor ou do Título da obra (em caso desta ter mais de três autores).
Ex:
BASTOS, João
Pirilampos no quintal : memórias / João Bastos. - Celorico de Basto : Autor, 2001
CDU: 821.134.3-94
Cota: 21.134.3-94 BAST-J. BMCB 20747

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Livro da semana: "Todos os caminhos"

Livro da semana: "A princesa Sofia e a fada trapalhona"

Livro da semana: "Os pássaros também choram" de Tiago Seixas